Quantidade de Páginas visitadas

Plano de Ação 2006




Observação pelo professor dos interesses, habilidades, potencialidades, necessidades, dificuldades dos alunos para ter base para elaboração de planejamentos e projetos;
Avaliação contínua, constante, cumulativa e recíproca ( professor-aluno; aluno-escola e escola-comunidade...);
Utilização de diversos instrumentos de avaliação – pesquisas, debates, exercícios diários, provas objetivas e subjetivas, exposições de trabalhos... o erro como fundamento da aprendizagem, além da avaliação da escola pelo Conselho Escolar no que diz respeito à sua conduta e desempenho;
Intervenções constantes do professor no processo de aprendizagem;
Discussão contínua e coletiva da prática pedagógica e quando preciso, também a individual;
Reuniões com pais sobre a importância do trabalho escolar para a vida escolar dos filhos;
Aulas expositivas para apresentação de conteúdos significativos;
Trabalhos em grupo;
Palestras do interesse e necessidades educacionais;
Jogos dirigidos educativos;
Entrevistas;
Visitas – passeios com objetivos pedagógicos;
Pesquisas com indicação de referência bibliográfica;
Montagem de dados em forma de gráficos, tabelas....
Relato de experiências – debates;
Confecção de cartazes informativos, artísticos e propaganda;
Expressões artísticas – verbais e não verbais ( dramatização, dança, construção de materiais de sucata, trabalhos artesanais...);
Uso da informática pelos professores na escola;
Busca de informações – conhecimentos atuais nos mais diversos meios de comunicação;
Utilização de diversos materiais didáticos, conforme os conteúdos e necessidades;
Parcerias com outras instituições Públicas ou Particulares do município;
Reuniões com professores, pais, pessoas da comunidade escolar sobre assuntos do interesse e necessidades da comunidade e da escola;
Realização de planejamento de atividades utilizando a hora-atividade e realimentação do mesmo sempre que necessário;
Elaboração e execução de projetos educacionais complementares aos conteúdos curriculares;
Atendimento a alunos com necessidades educacionais especiais, como DV, DA,DF e outras;
Participação nas festividades promovidas pela comunidade em geral;
Elaboração de atividades com conteúdos essenciais da disciplina que possam ser utilizadas como material de estudo individualizado, com objetivo de melhor atender as dificuldades dos alunos;
Eleição do professor e aluno representante de turma, com tarefas definidas, tais como:
observação das dificuldades existentes na turma para possíveis orientações;
professor e aluno representante com o papel de mediador e orientador dos alunos e colegas.
As atividades realizadas devem respeitar as individualidades, as diferenças, sem fazer discriminações e a inclusão deve acontecer, seja deficientes físicos, alunos repetentes, aidéticos, homosexuais, gordos ou magros, ricos ou pobres, etc.
O planejamento bimestral deve seguir orientações do NRE e equipe pedagógica da escola, que melhor atenda o processo de aprendizagem e de avaliação.
As turmas de alunos serão formadas de acordo com os critérios de:
alunos aprovados para a série;
alunos sem distinção de sexo, idade, raça, religião, cor, situação social, econômica, cultural;
alunos que necessitam de atenção mais individualizada, diante de avaliação de especialistas;
a troca de aluno de turma deve seguir as necessidades deste aluno, mediante justificativa dos pais e de acordo com o número de alunos na turma.
O uso do uniforme será obrigatório ou não conforme aprovação do Conselho Escolar e APMF.
A Escola ofertará, de acordo com suas possibilidades, recursos financeiros e humanos, assessoria ao professor no planejamento, seleção de conteúdos, metodologias, recursos didáticos para melhor atender as dificuldades do aprendiz
Levantamento e informação ao coletivo de profissionais da escola e da comunidade dos dados do aproveitamento escolar dos alunos;
Pesquisas, subsídios teóricos metodológicos para o estudo e atendimento ás necessidades do trabalho pedagógico
Incentivo a participação dos alunos nos órgãos colegiados e de exposição de trabalhos escolares
Realização do Conselho de Classe de forma a garantir um processo coletivo de reflexão-ação sobre o trabalho pedagógico e desempenho escolar dos alunos
Utilização de livros, textos teóricos nas horas-atividades, ou sugestões de leituras para melhorar a prática pedagógica
Preenchimento da Ficha do FICA de alunos faltosos e encaminhamento da mesma para Conselho Tutelar
Divulgação oral e/ou escrita das políticas educacionais da SEED – PR e NRE – Ivaiporã.
Cuidados e organização dos materiais escolares e da escola; preservação e conservação dos espaços naturais da escola;
Trabalho com conteúdos que destacam e valorizam a cultura afro-brasileira, sua história, seus costumes, cultura e a contribuição para o desenvolvimento cultural do nosso país;
Resgate de valores humanos essenciais para a melhoria da qualidade de vida, reconhecimento e respeito aos limites e regras de boa convivência social e às diversidades culturais dos alunos e colegas;
Capacitação continuada de professores, funcionários para melhoria da qualidade de ensino;
Atendimento e encaminhamento de alunos acidentados dentro da escola quando necessário, ou seja, na falta da presença dos pais;
Montagem de atividades extra-classes, sempre que preciso, para auxiliar a aprendizagem dos alunos
Montagem de turmas para Sala de Apoio e de recursos;
Preenchimento de fichas de acompanhamento e avaliação dos alunos da Sala de Recurso e Sala de Apoio;
Avaliações diferenciadas para alunos com necessidades educacionais especiais;
Recuperação de conteúdos através de diferentes atividades, inclusive, exercícios individualizados.






Validador

CSS válido!

Secretaria de Estado da Educação do Paraná
Av. Água Verde, 2140 - Água Verde - CEP 80240-900 Curitiba-PR - Fone: (41) 3340-1500
Desenvolvido pela Celepar - Acesso Restrito